Todo o dia é o dia de começar, continuar, recomeçar e se dar uma nova chance. Estar na presença de Deus é tudo na vida de uma pessoa e ler a sua Palavra Sagrada pode fazer a diferença entre vencer e perder. Faça a sua escolha e seja um VENCEDOR EM CRISTO JESUS. LEIA A BÍBLIA A PARTIR DE AGORA!

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Leitura Bíblica 2º dia



 Gênesis 3
1     Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?
2     E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos,
3     Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.
4     Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.
5     Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.
6     E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
7     Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.
8     E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim.
9     E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?
10     E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.
11     E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses?
12     Então disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi.
13     E disse o SENHOR Deus à mulher: Por que fizeste isto? E disse a mulher: A serpente me enganou, e eu comi.
14     Então o SENHOR Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida.
15     E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.
16     E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará.
17     E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida.
18     Espinhos, e cardos também, te produzirá; e comerás a erva do campo.
19     No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.
20     E chamou Adão o nome de sua mulher Eva; porquanto era a mãe de todos os viventes.
21     E fez o SENHOR Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, e os vestiu.
22     Então disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente,
23     O SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado.
24     E havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden, e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida.

  Gênesis 4
1     E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um homem.
2     E deu à luz mais a seu irmão Abel; e Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra.
3     E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao SENHOR.
4     E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o SENHOR para Abel e para a sua oferta.
5     Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante.
6     E o SENHOR disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante?
7     Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.
8     E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel, e o matou.
9     E disse o SENHOR a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão?
10     E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra.
11     E agora maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para receber da tua mão o sangue do teu irmão.
12     Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e vagabundo serás na terra.
13     Então disse Caim ao SENHOR: É maior a minha maldade que a que possa ser perdoada.
14     Eis que hoje me lanças da face da terra, e da tua face me esconderei; e serei fugitivo e vagabundo na terra, e será que todo aquele que me achar, me matará.
15     O SENHOR, porém, disse-lhe: Portanto qualquer que matar a Caim, sete vezes será castigado. E pôs o SENHOR um sinal em Caim, para que o não ferisse qualquer que o achasse.
16     E saiu Caim de diante da face do SENHOR, e habitou na terra de Node, do lado oriental do Éden.
17     E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu, e deu à luz a Enoque; e ele edificou uma cidade, e chamou o nome da cidade conforme o nome de seu filho Enoque;
18     E a Enoque nasceu Irade, e Irade gerou a Meujael, e Meujael gerou a Metusael e Metusael gerou a Lameque.
19     E tomou Lameque para si duas mulheres; o nome de uma era Ada, e o nome da outra, Zilá.
20     E Ada deu à luz a Jabal; este foi o pai dos que habitam em tendas e têm gado.
21     E o nome do seu irmão era Jubal; este foi o pai de todos os que tocam harpa e órgão.
22     E Zilá também deu à luz a Tubalcaim, mestre de toda a obra de cobre e ferro; e a irmã de Tubalcaim foi Noema.
23     E disse Lameque a suas mulheres Ada e Zilá: Ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai as minhas palavras; porque eu matei um homem por me ferir, e um jovem por me pisar.
24     Porque sete vezes Caim será castigado; mas Lameque setenta vezes sete.
25     E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela deu à luz um filho, e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me deu outro filho em lugar de Abel; porquanto Caim o matou.
26     E a Sete também nasceu um filho; e chamou o seu nome Enos; então se começou a invocar o nome do SENHOR.

Mateus 2:13-23
13     E, tendo eles se retirado, eis que o anjo do Senhor apareceu a José em sonhos, dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito, e demora-te lá até que eu te diga; porque Herodes há de procurar o menino para o matar.
14     E, levantando-se ele, tomou o menino e sua mãe, de noite, e foi para o Egito.
15     E esteve lá, até à morte de Herodes, para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor pelo profeta, que diz: Do Egito chamei o meu Filho.
16       Então Herodes, vendo que tinha sido iludido pelos magos, irritou-se muito, e mandou matar todos os meninos que havia em Belém, e em todos os seus contornos, de dois anos para baixo, segundo o tempo que diligentemente inquirira dos magos.
17     Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias, que diz:
18     Em Ramá se ouviu uma voz, Lamentação, choro e grande pranto: Raquel chorando os seus filhos, E não querendo ser consolada, porque já não existem.
19     Morto, porém, Herodes, eis que o anjo do SENHOR apareceu num sonho a José no Egito,
20     Dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e vai para a terra de Israel; porque já estão mortos os que procuravam a morte do menino.
21     Então ele se levantou, e tomou o menino e sua mãe, e foi para a terra de Israel.
22     E, ouvindo que Arquelau reinava na Judéia em lugar de Herodes, seu pai, receou ir para lá; mas avisado em sonhos, por divina revelação, foi para as partes da Galiléia.
23     E chegou, e habitou numa cidade chamada Nazaré, para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas: Ele será chamado Nazareno.

Mateus 3. 1,6
1         E, NAQUELES dias, apareceu João o Batista pregando no deserto da Judéia,
2         E dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.
3         Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.
4         E este João tinha as suas vestes de pelos de camelo, e um cinto de couro em torno de seus lombos; e alimentava-se de gafanhotos e de mel silvestre.
5         Então ia ter com ele Jerusalém, e toda a Judéia, e toda a província adjacente ao Jordão;
6         E eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados.

  Salmos 2
1         POR que se amotinam os gentios, e os povos imaginam coisas vãs?
2         Os reis da terra se levantam e os governos consultam juntamente contra o Senhor e contra o seu ungido, dizendo:
3         Rompamos as suas ataduras, e sacudamos de nós as suas cordas.
4         Aquele que habita nos céus se rirá; o Senhor zombará deles.
5         Então lhes falará na sua ira, e no seu furor os turbará.
6         Eu, porém, ungi o meu Rei sobre o meu santo monte de Sião.
7         Proclamarei o decreto: o Senhor me disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei.
8         Pede-me, e eu te darei os gentios por herança, e os fins da terra por tua possessão.
9         Tu os esmigalharás com uma vara de ferro; tu os despedaçarás como a um vaso de oleiro.
10       Agora, pois, ó reis, sede prudentes; deixai-vos instruir, juízes da terra.
11       Servi ao Senhor com temor, e alegrai-vos com tremor.
12       Beijai o Filho, para que se não ire, e pereçais no caminho, quando em breve se acender a sua ira; bem-aventurados todos aqueles que nele confiam.

 Provérbios 1:7,9 
7         O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução.
8         Filho meu, ouve a instrução de teu pai, e não deixes o ensinamento de tua mãe,
9         Porque serão como diadema gracioso em tua cabeça, e colares ao teu pescoço.

14 comentários: