Todo o dia é o dia de começar, continuar, recomeçar e se dar uma nova chance. Estar na presença de Deus é tudo na vida de uma pessoa e ler a sua Palavra Sagrada pode fazer a diferença entre vencer e perder. Faça a sua escolha e seja um VENCEDOR EM CRISTO JESUS. LEIA A BÍBLIA A PARTIR DE AGORA!

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Leitura Bíblica 36º dia



Êxodo 21.22-36
22     Se alguns homens pelejarem, e um ferir uma mulher grávida, e for causa de que aborte, porém não havendo outro dano, certamente será multado, conforme o que lhe impuser o marido da mulher, e julgarem os juízes.
23     Mas se houver morte, então darás vida por vida,
24     Olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé,
25     Queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe.
26     E quando alguém ferir o olho do seu servo, ou o olho da sua serva, e o danificar, o deixará ir livre pelo seu olho.
27     E se tirar o dente do seu servo, ou o dente da sua serva, o deixará ir livre pelo seu dente.
28     E se algum boi escornear homem ou mulher, que morra, o boi será apedrejado certamente, e a sua carne não se comerá; mas o dono do boi será absolvido.
29     Mas se o boi dantes era escorneador, e o seu dono foi conhecedor disso, e não o guardou, matando homem ou mulher, o boi será apedrejado, e também o seu dono morrerá.
30     Se lhe for imposto resgate, então dará por resgate da sua vida tudo quanto lhe for imposto,
31     Quer tenha escorneado um filho, quer tenha escorneado uma filha; conforme a este estatuto lhe será feito.
32     Se o boi escornear um servo, ou uma serva, dar-se-á trinta siclos de prata ao seu senhor, e o boi será apedrejado.
33     Se alguém abrir uma cova, ou se alguém cavar uma cova, e não a cobrir, e nela cair um boi ou um jumento,
34     O dono da cova o pagará; pagará em dinheiro ao seu dono, mas o animal morto será seu.
35     Se o boi de alguém ferir o boi do seu próximo, e morrer, então se venderá o boi vivo, e o dinheiro dele se repartirá igualmente, e também repartirão entre si o boi morto.
36     Mas se foi notório que aquele boi antes era escorneador, e seu dono não o guardou, certamente pagará boi por boi; porém o morto será seu.
Êxodo 22  
1        SE alguém furtar boi ou ovelha, e o degolar ou vender, por um boi pagará cinco bois, e pela ovelha quatro ovelhas.
2        Se o ladrão for achado roubando, e for ferido, e morrer, o que o feriu não será culpado do sangue.
3        Se o sol houver saído sobre ele, o agressor será culpado do sangue; o ladrão fará restituição total; e se não tiver com que pagar, será vendido por seu furto.
4        Se o furto for achado vivo na sua mão, seja boi, ou jumento, ou ovelha, pagará o dobro.
5        Se alguém fizer pastar o seu animal num campo ou numa vinha, e largá-lo para comer no campo de outro, o melhor do seu próprio campo e o melhor da sua própria vinha restituirá.
6        Se irromper um fogo, e pegar nos espinhos, e queimar a meda de trigo, ou a seara, ou o campo, aquele que acendeu o fogo totalmente pagará o queimado.
7        Se alguém der ao seu próximo dinheiro, ou bens, a guardar, e isso for furtado da casa daquele homem, o ladrão, se for achado, pagará o dobro.
8        Se o ladrão não for achado, então o dono da casa será levado diante dos juízes, a ver se não pôs a sua mão nos bens do seu próximo.
9        Sobre todo o negócio fraudulento, sobre boi, sobre jumento, sobre gado miúdo, sobre roupa, sobre toda a coisa perdida, de que alguém disser que é sua, a causa de ambos será levada perante os juízes; aquele a quem condenarem os juízes pagará em dobro ao seu próximo.
10     Se alguém der a seu próximo a guardar um jumento, ou boi, ou ovelha, ou outro animal, e este morrer, ou for dilacerado, ou arrebatado, ninguém o vendo,
11     Então haverá juramento do Senhor entre ambos, de que não pôs a sua mão nos bens do seu próximo; e seu dono o aceitará, e o outro não o restituirá.
12     Mas, se de fato lhe tiver sido furtado, pagá-lo-á ao seu dono.
13     Porém se lhe for dilacerado, trá-lo-á em testemunho disso, e não pagará o dilacerado.
14     E se alguém pedir emprestado a seu próximo algum animal, e for danificado ou morto, não estando presente o seu dono, certamente o pagará.
15     Se o seu dono estava presente, não o pagará; se foi alugado, será pelo seu aluguel.
16     Se alguém enganar alguma virgem, que não for desposada, e se deitar com ela, certamente a dotará e tomará por sua mulher.
17     Se seu pai inteiramente recusar dar-lha, pagará ele em dinheiro conforme ao dote das virgens.
18     A feiticeira não deixarás viver.
19     Todo aquele que se deitar com animal, certamente morrerá.
20     O que sacrificar aos deuses, e não só ao Senhor, será morto.
21     O estrangeiro não afligirás, nem o oprimirás ; pois estrangeiros fostes na terra do Egito.
22     A nenhuma viúva nem órfão afligireis.
23     Se de algum modo os afligires, e eles clamarem a mim, eu certamente ouvirei o seu clamor.
24     E a minha ira se acenderá, e vos matarei à espada; e vossas mulheres ficarão viúvas, e vossos filhos órfãos.
25     Se emprestares dinheiro ao meu povo, ao pobre que está contigo, não te haverás com ele como um usurário; não lhe imporeis usura.
26     Se tomares em penhor a roupa do teu próximo, lho restituirás antes do pôr do sol,
27     Porque aquela é a sua cobertura, e o vestido da sua pele; em que se deitaria? Será pois que, quando clamar a mim, eu o ouvirei, porque sou misericordioso.
28     A Deus não amaldiçoarás, e o príncipe dentre o teu povo não maldirás.
29     As tuas primícias, e os teus licores não retardarás; o primogênito de teus filhos me darás.
30     Assim farás dos teus bois e das tuas ovelhas: sete dias estarão com sua mãe, e ao oitavo dia mos darás.
31     E ser-me-eis homens santos; portanto não comereis carne despedaçada no campo; aos cães a lançareis.

Êxodo 23.1-13
1        NÃO admitirás falso boato, e não porás a tua mão com o ímpio, para seres testemunha falsa.
2        Não seguirás a multidão para fazeres o mal; nem numa demanda falarás, tomando parte com a maioria para torcer o direito.
3        Nem ao pobre favorecerás na sua demanda.
4        Se encontrares o boi do teu inimigo, ou o seu jumento, desgarrado, sem falta lho reconduzirás.
5        Se vires o jumento, daquele que te odeia, caído debaixo da sua carga, deixarás pois de ajudá-lo? Certamente o ajudarás a levantá-lo.
6        Não perverterás o direito do teu pobre na sua demanda.
7        De palavras de falsidade te afastarás, e não matarás o inocente e o justo; porque não justificarei o ímpio.
8        Também suborno não tomarás; porque o suborno cega os que têm vista, e perverte as palavras dos justos.
9        Também não oprimirás o estrangeiro; pois vós conheceis o coração do estrangeiro, pois fostes estrangeiros na terra do Egito.
10     Também seis anos semearás tua terra, e recolherás os seus frutos;
11     Mas ao sétimo a dispensarás e deixarás descansar, para que possam comer os pobres do teu povo, e da sobra comam os animais do campo. Assim farás com a tua vinha e com o teu olival.
12     Seis dias farás os teus trabalhos mas ao sétimo dia descansarás; para que descanse o teu boi, e o teu jumento; e para que tome alento o filho da tua escrava, e o estrangeiro.
13     E em tudo o que vos tenho dito, guardai-vos; e do nome de outros deuses nem vos lembreis, nem se ouça da vossa boca.

Mateus 24.1-28
  1      E, QUANDO Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo.
2        Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.
3        E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?
4        E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;
5        Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.
6        E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.
7        Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.
8        Mas todas estas coisas são o princípio de dores.
9        Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vosão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.
10     Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarào.
11     E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.
12     E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.
13     Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.
14     E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.
15     Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda;
16     Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes;
17     E quem estiver sobre o telhado não desça a tirar alguma coisa de sua casa;
18     E quem estiver no campo não volte atrás a buscar as suas vestes.
19     Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias!
20     E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado;
21     Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.
22     E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.
23     Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;
24     Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.
25     Eis que eu vo-lo tenho predito.
26     Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.
27     Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.
28     Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias.
Salmos 29 

 1       DAI ao Senhor, ó filhos dos poderosos, dai ao Senhor glória e força.
2        Dai ao Senhor a glória devida ao seu nome, adorai o Senhor na beleza da santidade.
3        A voz do Senhor ouve-se sobre as suas águas; o Deus da glória troveja; o Senhor está sobre as muitas águas.
4        A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é cheia de majestade.
5        A voz do Senhor quebra os cedros; sim, o Senhor quebra os cedros do Líbano.
6        Ele os faz saltar como um bezerro; ao Líbano e Siriom, como filhotes de bois selvagens.
7        A voz do Senhor separa as labaredas do fogo.
8        A voz do Senhor faz tremer o deserto; o Senhor faz tremer o deserto de Cades.
9        A voz do Senhor faz parir as cervas, e descobre as brenhas; e no seu templo cada um fala da sua glória.
10     O Senhor se assentou sobre o dilúvio; o Senhor se assenta como Rei, perpetuamente.
11     O Senhor dará força ao seu povo; o Senhor abençoará o seu povo com paz.

Provérbios 7.6-23
6        Porque da janela da minha casa, olhando eu por minhas frestas,
7        Vi entre os simples, descobri entre os moços, um moço falto de juízo,
8        Que passava pela rua junto à sua esquina, e seguia o caminho da sua casa;
9        No crepúsculo, à tarde do dia, na tenebrosa noite e na escuridão.
10     E eis que uma mulher lhe saiu ao encontro com enfeites de prostituta, e astúcia de coração.
11     Estava alvoroçada e irriquieta; não paravam em sua casa os seus pés.
12     Foi para fora, depois pelas ruas, e ia espreitando por todos os cantos;
13     E chegou-se para ele e o beijou. Com face impudente lhe disse:
14     Sacrifícios pacíficos tenho comigo; hoje paguei os meus votos.
15     Por isto saí ao teu encontro a buscar diligentemente a tua face, e te achei.
16     Já cobri a minha cama com cobertas de tapeçaria, com obras lavradas, com linho fino do Egito.
17     Já perfumei o meu leito com mirra, aloés e canela.
18     Vem, saciemo-nos de amores até à manhã; alegremo-nos com amores.
19     Porque o marido não está em casa; foi fazer uma longa viagem;
20     Levou na sua mão um saquitel de dinheiro; voltará para casa só no dia marcado.
21     Assim, o seduziu com palavras muito suaves e o persuadiu com as lisonjas dos seus lábios.
22     E ele logo a segue, como o boi que vai para o matadouro, e como vai o insensato para o castigo das prisões;
23     Até que a flecha lhe atravesse o fígado; ou como a ave que se apressa para o laço, e não sabe que está armado contra a sua vida.

5 comentários: