Todo o dia é o dia de começar, continuar, recomeçar e se dar uma nova chance. Estar na presença de Deus é tudo na vida de uma pessoa e ler a sua Palavra Sagrada pode fazer a diferença entre vencer e perder. Faça a sua escolha e seja um VENCEDOR EM CRISTO JESUS. LEIA A BÍBLIA A PARTIR DE AGORA!

terça-feira, 4 de março de 2014

Leitura Bíblica 63º dia


Números 2
1         E FALOU o Senhor a Moisés e a Arão, dizendo:
2         Os filhos de Israel armarão as suas tendas, cada um debaixo da sua bandeira, segundo as insígnias da casa de seus pais; ao redor, defronte da tenda da congregação, armarão as suas tendas.
3         Os que armarem as suas tendas do lado do oriente, para o nascente, serão os da bandeira do exército de Judá, segundo os seus esquadrões, e Naassom, filho de Aminadabe, será príncipe dos filhos de Judá.
4         E o seu exército, os que foram contados deles, era de setenta e quatro mil e seiscentos.
5         E junto a ele armará as suas tendas a tribo de Issacar; e Natanael, filho de Zuar, será príncipe dos filhos de Issacar.
6         E o seu exército, os que foram contados deles, era de cinqüenta e quatro mil e quatrocentos.
7         Depois a tribo de Zebulom; e Eliabe, filho de Helam, será príncipe dos filhos de Zebulom.
8         E o seu exército, os que foram contados deles, era de cinqüenta e sete mil e quatrocentos.
9         Todos os que foram contados do exército de Judá, cento e oitenta e seis mil e quatrocentos, segundo os seus esquadrões, estes marcharão primeiro.
10       A bandeira do exército de Rúben, segundo os seus esquadrões, estará para o lado do sul; e Elizur, filho de Sedeur, será príncipe dos filhos de Rúben,
11       E o seu exército, os que foram contados deles, era de quarenta e seis mil e quinhentos.
12       E junto a ele armará as suas tendas a tribo de Simeão; e Selumiel, filho de Zurisadai, será príncipe dos filhos de Simeão.
13       E o seu exército, os que foram contados deles, era de cinqüenta e nove mil e trezentos.
14       Depois a tribo de Gade; e Eliasafe, filho de Deuel, será príncipe dos filhos de Gade.
15       E o seu exército, os que foram contados deles, era de quarenta e cinco mil e seiscentos e cinqüenta.
16       Todos os que foram contados no exército de Rúben foram cento e cinqüenta e um mil e quatrocentos e cinqüenta, segundo os seus esquadrões; e estes marcharão em segundo lugar.
17       Então partirá a tenda da congregação com o exército dos levitas no meio dos exércitos; como armaram as suas tendas, assim marcharão, cada um no seu lugar, segundo as suas bandeiras.
18       A bandeira do exército de Efraim segundo os seus esquadrões, estará para o lado do ocidente; e Elisama, filho de Amiúde, será príncipe dos filhos de Efraim.
19       E o seu exército, os que foram contados deles, era de quarenta mil e quinhentos.
20       E junto a ele estará a tribo de Manassés; e Gamaliel, filho de Pedazur, será príncipe dos filhos de Manassés.
21       E o seu exército, os que foram contados deles, era de trinta e dois mil e duzentos.
22       Depois a tribo de Benjamim; e Abidã, filho de Gideoni, será príncipe dos filhos de Benjamim,
23       E o seu exército, os que foram contados deles, era de trinta e cinco mil e quatrocentos.
24       Todos os que foram contados no exército de Efraim foram cento e oito mil e cem, segundo os seus esquadrões; e estes marcharão em terceiro lugar.
25       A bandeira do exército de Dã estará para o norte, segundo os seus esquadrões; e Aieser, filho de Amisadai, será príncipe dos filhos de Dã.
26       E o seu exército, os que foram contados deles, era de sessenta e dois mil e setecentos.
27       E junto a ele armará as suas tendas a tribo de Aser; e Pagiel, filho de Ocrã, será príncipe dos filhos de Aser.
28       E o seu exército, os que foram contados deles, era de quarenta e um mil e quinhentos.
29       Depois a tribo de Naftali; e Aira, filho de Enã, será príncipe dos filhos de Naftali.
30       E o seu exército, os que foram contados deles, era de cinqüenta e três mil e quatrocentos.
31       Todos os que foram contados no exército de Dã foram cento e cinqüenta e sete mil e seiscentos; estes marcharão em último lugar, segundo as suas bandeiras.
32       Estes são os que foram contados dos filhos de Israel, segundo a casa de seus pais; todos os que foram contados dos exércitos pelos seus esquadrões foram seiscentos e três mil e quinhentos e cinqüenta.
33       Mas os levitas não foram contados entre os filhos de Israel, como o Senhor ordenara a Moisés.
34       E os filhos de Israel fizeram conforme a tudo o que o Senhor ordenara a Moisés; assim armaram o arraial segundo as suas bandeiras, e assim marcharam, cada qual segundo as suas gerações, segundo a casa de seus pais.
Números 3
1         E ESTAS são as gerações de Arão e de Moisés, no dia em que o Senhor falou com Moisés, no monte Sinai.
2         E estes são os nomes dos filhos de Arão: o primogênito Nadabe; depois Abiú, Eleazar e Itamar.
3         Estes são os nomes dos filhos de Arão, dos sacerdotes ungidos, cujas mãos foram consagradas para administrar o sacerdócio.
4         Mas Nadabe e Abiú morreram perante o Senhor, quando ofereceram fogo estranho perante o Senhor no deserto de Sinai, e não tiveram filhos; porém Eleazar e Itamar administraram o sacerdócio diante de Arão, seu pai.
5         E falou o Senhor a Moisés, dizendo:
6         Faze chegar a tribo de Levi, e põe-na diante de Arão, o sacerdote, para que o sirvam,
7         E tenham cuidado da sua guarda, e da guarda de toda a congregação, diante da tenda da congregação, para administrar o ministério do tabernáculo.
8         E tenham cuidado de todos os utensílios da tenda da congregação, e da guarda dos filhos de Israel, para administrar o ministério do tabernáculo.
9         Darás, pois, os levitas a Arão e a seus filhos; dentre os filhos de Israel lhes são dados em dádiva.
10       Mas a Arão e a seus filhos ordenarás que guardem o seu sacerdócio, e o estranho que se chegar morrerá.
11       E falou o Senhor a Moisés, dizendo:
12       E eu, eis que tenho tomado os levitas do meio dos filhos de Israel, em lugar de todo o primogênito, que abre a madre, entre os filhos de Israel; e os levitas serão meus.
13       Porque todo o primogênito é meu; desde o dia em que tenho ferido a todo o primogênito na terra do Egito, santifiquei para mim todo o primogênito em Israel, desde o homem até ao animal: meus serão; Eu sou o Senhor.
14       E falou o Senhor a Moisés no deserto de Sinai, dizendo:
15       Conta os filhos de Levi, segundo a casa de seus pais, pelas suas famílias; contarás a todo o homem da idade de um mês para cima.
16       E Moisés os contou conforme ao mandado do Senhor, como lhe foi ordenado.
17       Estes, pois, foram os filhos de Levi pelos seus nomes: Gérson, e Coate e Merari.
18       E estes são os nomes dos filhos de Gérson pelas suas famílias: Libni e Simei.
19       E os filhos de Coate pelas suas famílias: Amrão, e Jizar, Hebrom e Uziel.
20       E os filhos de Merari pelas suas famílias: Maeli e Musi; estas são as famílias dos levitas, segundo a casa de seus pais.
21       De Gérson é a família dos libnitas e a família dos simeítas; estas são as famílias dos gersonitas.
22       Os que deles foram contados pelo número de todo o homem da idade de um mês para cima, sim, os que deles foram contados eram sete mil e quinhentos.
23       As famílias dos gersonitas armarão as suas tendas atrás do tabernáculo, ao ocidente.
24       E o príncipe da casa paterna dos gersonitas será Eliasafe, filho de Lael.
25       E os filhos de Gérson terão a seu cargo, na tenda da congregação, o tabernáculo, a tenda, a sua coberta, e o véu da porta da tenda da congregação.
26       E as cortinas do pátio, e o pavilhão da porta do pátio, que estão junto ao tabernáculo e junto ao altar, em redor; como também as suas cordas para todo o seu serviço.
27       E de Coate é a família dos amramitas, e a família dos jizaritas, e a família dos hebronitas, e a família dos uzielitas; estas são as famílias dos coatitas.
28       Pelo número contado de todo o homem da idade de um mês para cima, eram oito mil e seiscentos, que tinham cuidado da guarda do santuário.
29       As famílias dos filhos de Coate armarão as suas tendas ao lado do tabernáculo, do lado do sul.
30       E o príncipe da casa paterna das famílias dos coatitas será Elisafã, filho de Uziel.
31       E a sua guarda será a arca, e a mesa, e o candelabro, e os altares, e os utensílios do santuário com que ministram, e o véu com todo o seu serviço.
32       E o príncipe dos príncipes de Levi será Eleazar, filho de Arão, o sacerdote; terá a superintendência sobre os que têm cuidado da guarda do santuário.
33       De Merari é a família dos malitas e a família dos musitas; estas são as famílias de Merari.
34       E os que deles foram contados pelo número de todo o homem de um mês para cima, foram seis mil e duzentos.
35       E o príncipe da casa paterna das famílias de Merari será Zuriel, filho de Abiail; armarão as suas tendas ao lado do tabernáculo, do lado do norte.
36       E os filhos de Merari terão a seu cargo as tábuas do tabernáculo, os seus varais, as suas colunas, as suas bases, e todos os seus utensílios, com todo o seu serviço.
37       E as colunas do pátio em redor, e as suas bases, as suas estacas e as suas cordas.
38       E os que armarão as suas tendas diante do tabernáculo, ao oriente, diante da tenda da congregação, para o nascente, serão Moisés e Arão, com seus filhos, tendo o cuidado da guarda do santuário, pela guarda dos filhos de Israel; e o estranho que se chegar morrerá.
39       Todos os que foram contados dos levitas, que contaram Moisés e Arão por mandado do Senhor, segundo as suas famílias, todo o homem de um mês para cima, foram vinte e dois mil.
40       E disse o Senhor a Moisés: Conta todo o primogênito homem dos filhos de Israel, da idade de um mês para cima, e toma o número dos seus nomes,
41       E para mim tomarás os levitas (eu sou o Senhor), em lugar de todo o primogênito dos filhos de Israel, e os animais dos levitas, em lugar de todo o primogênito entre os animais dos filhos de Israel.
42       E contou Moisés, como o Senhor lhe ordenara, todo o primogênito entre os filhos de Israel.
43       E todos os primogênitos homens, pelo número dos nomes dos da idade de um mês para cima, segundo os que eram contados deles, foram vinte e dois mil e duzentos e setenta e três.
44       E falou o Senhor a Moisés, dizendo:
45       Toma os levitas em lugar de todo o primogênito entre os filhos de Israel, e os animais dos levitas em lugar dos seus animais; porquanto os levitas serão meus: Eu sou o Senhor.
46       Quanto aos duzentos e setenta e três, que se houverem de resgatar dos primogênitos dos filhos de Israel, que excedem ao número dos levitas,
47       Tomarás, por cabeça, cinco siclos; conforme ao siclo do santuário os tomarás, a vinte geras o siclo.
48       E a Arão e a seus filhos darás o dinheiro dos resgatados, dos que sobram entre eles.
49       Então Moisés tomou o dinheiro do resgate dos que excederam sobre os resgatados pelos levitas.
50       Dos primogênitos dos filhos de Israel recebeu o dinheiro, mil e trezentos e sessenta e cinco siclos, segundo o siclo do santuário.
51       E Moisés deu o dinheiro dos resgatados a Arão e a seus filhos, segundo o mandado do Senhor, como o Senhor ordenara a Moisés.
Marcos 11.27-33
27       E tornaram a Jerusalém, e, andando ele pelo templo, os principais dos sacerdotes, e os escribas, e os anciãos, se aproximaram dele.
28       E lhe disseram: Com que autoridade fazes tu estas coisas? ou quem te deu tal autoridade para fazer estas coisas?
29       Mas Jesus, respondendo, disse-lhes: Também eu vos perguntarei uma coisa, e respondei-me; e então vos direi com que autoridade faço estas coisas:
30       O batismo de João era do céu ou dos homens? respondei-me.
31       E eles arrazoavam entre si, dizendo: Se dissermos: Do céu, ele nos dirá: Então por que o não crestes?
32       Se, porém, dissermos: Dos homens, tememos o povo. Porque todos sustentavam que João verdadeiramente era profeta.
33       E, respondendo, disseram a Jesus: Não sabemos. E Jesus lhes replicou: Também eu vos não direi com que autoridade faço estas coisas.
Marcos 12.1-17
1         E COMEÇOU a falar-lhes por parábolas: Um homem plantou uma vinha, e cercou-a de um valado, e fundou nela um lagar, e edificou uma torre, e arrendou-a a uns lavradores, e partiu para fora da terra.
2         E, chegado o tempo, mandou um servo aos lavradores para que recebesse, dos lavradores, do fruto da vinha.
3         Mas estes, apoderando-se dele, o feriram e o mandaram embora vazio.
4         E tornou a enviar-lhes outro servo; e eles, apedrejando-o, o feriram na cabeça, e o mandaram embora, tendo-o afrontado.
5         E tornou a enviar-lhes outro, e a este mataram; e a outros muitos, dos quais a uns feriram e a outros mataram.
6         Tendo ele, pois, ainda um seu filho amado, enviou-o também a estes por derradeiro, dizendo: Ao menos terão respeito ao meu filho.
7         Mas aqueles lavradores disseram entre si: Este é o herdeiro; vamos, matemo-lo, e a herança será nossa.
8         E, pegando dele, o mataram, e o lançaram fora da vinha.
9         Que fará, pois, o senhor da vinha? Virá, e destruirá os lavradores, e dará a vinha a outros.
10       Ainda não lestes esta Escritura: A pedra, que os edificadores rejeitaram, Esta foi posta por cabeça de esquina;
11       Isto foi feito pelo Senhor e é coisa maravilhosa aos nossos olhos?
12       E buscavam prendê-lo, mas temiam a multidão; porque entendiam que contra eles dizia esta parábola; e, deixando-o, foram-se.
13       E enviaram-lhe alguns dos fariseus e dos herodianos, para que o apanhassem nalguma palavra.
14       E, chegando eles, disseram-lhe: Mestre, sabemos que és homem de verdade, e de ninguém se te dá, porque não olhas a aparência dos homens, antes com verdade ensinas o caminho de Deus; é lícito dar o tributo a César, ou não? Daremos, ou não daremos?
15       Então ele, conhecendo a sua hipocrisia, disse-lhes: Por que me tentais? Trazei-me uma moeda, para que a veja.
16       E eles lha trouxeram. E disse-lhes: De quem é esta imagem e inscrição? E eles lhe disseram: De César.
17       E Jesus, respondendo, disse-lhes: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus. E maravilharam-se dele.
Salmos 47
1         BATEI palmas, todos os povos; aclamai a Deus com voz de triunfo.
2         Porque o Senhor Altíssimo é tremendo, e Rei grande sobre toda a terra.
3         Ele nos subjugará os povos e as nações debaixo dos nossos pés.
4         Escolherá para nós a nossa herança, a glória de Jacó, a quem amou. (Selá.)
5         Deus subiu com júbilo, o Senhor subiu ao som de trombeta.
6         Cantai louvores a Deus, cantai louvores; cantai louvores ao nosso Rei, cantai louvores.
7         Pois Deus é o Rei de toda a terra, cantai louvores com inteligência.
8         Deus reina sobre os gentios; Deus se assenta sobre o trono da sua santidade.
9         Os príncipes do povo se ajuntam, o povo do Deus de Abraão; porque os escudos da terra são de Deus. Ele está muito elevado!
Provérbios 10.24-25
24       Aquilo que o perverso teme sobrevirá a ele, mas o desejo dos justos será concedido.
25       Como passa a tempestade, assim desaparece o perverso, mas o justo tem fundamento perpétuo.

Um comentário: