Todo o dia é o dia de começar, continuar, recomeçar e se dar uma nova chance. Estar na presença de Deus é tudo na vida de uma pessoa e ler a sua Palavra Sagrada pode fazer a diferença entre vencer e perder. Faça a sua escolha e seja um VENCEDOR EM CRISTO JESUS. LEIA A BÍBLIA A PARTIR DE AGORA!

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Leitura Bíblica 190º dia



 1 Crônicas 7

1         E QUANTO aos filhos de Issacar, foram: Tola, Pua, Jasube e Sinrom, quatro.

2         E os filhos de Tola foram: Uzi, Refaías, Jeriel, Jamai, Ibsão e Semuel, chefes das casas de seus pais, descendentes de Tola, homens valentes nas suas gerações; o seu número, nos dias de Davi, foi de vinte e dois mil e seiscentos.

3         E o filho de Uzi: Izraías; e os filhos de Izraías foram: Mical, Obadias, Joel e Issias; todos estes cinco chefes.

4         E houve com eles nas suas gerações, segundo as suas casas paternas, em tropas de guerra, trinta e seis mil; porque tiveram muitas mulheres e filhos.

5         E seus irmãos, em todas as famílias de Issacar, homens valentes, foram oitenta e sete mil, todos contados pelas suas genealogias.

6         Os filhos de Benjamim foram: Belá, e Bequer, e Jediael, três.

7         E os filhos de Belá: Esbom, e Uzi, e Uziel, e Jerimote, e Iri, cinco chefes da casa dos pais, homens valentes que foram contados pelas suas genealogias, vinte e dois mil e trinta e quatro.

8         E os filhos de Bequer: Zemira, Joás, Eliezer, Elioenai, Onri, Jerimote, Abias, Anatote, e Alemete; todos estes foram filhos de Bequer.

9         E foram contados pelas suas genealogias, segundo as suas gerações, e chefes das casas de seus pais, homens valentes, vinte mil e duzentos.

10       E foi o filho de Jediael, Bilã; e os filhos de Bilã foram Jeús, Benjamim, Eude, Quenaaná, Zetã, Társis e Aisaar.

11       Todos estes filhos de Jediael foram chefes das famílias dos pais, homens valentes, dezessete mil e duzentos, que saíam no exército à peleja.

12       E Supim, e Hupim, filhos de Ir, e Husim, dos filhos de Aer.

13       Os filhos de Naftali: Jaziel, e Guni, e Jezer, e Salum, filhos de Bila.

14       Os filhos de Manassés: Asriel, que a mulher de Gileade gerou (porém a sua concubina, a síria, gerou a Maquir, pai de Gileade;

15       E Maquir tomou a irmã de Hupim e Supim por mulher, e era o seu nome Maaca), e foi o nome do segundo Zelofeade; e Zelofeade teve filhas.

16       E Maaca, mulher de Maquir, deu à luz um filho, e chamou-o Perez; e o nome de seu irmão foi Seres; e foram seus filhos Ulão e Raquém.

17       E o filho de Ulão, Bedã; estes foram os filhos de Gileade, filho de Maquir, filho de Manassés.

18       E quanto à sua irmã Hamolequete, teve a Is-Hode, a Abiezer, e a Maalá.

19       E foram os filhos de Semida: Aiã, Siquém, Liqui, e Anião.

20       E os filhos de Efraim: Sutela, e seu filho Berede, e seu filho Taate, e seu filho Elada e seu filho Taate.

21       E seu filho Zabade, e seu filho Sutela, e Ezer, e Elade; e os homens de Gate, naturais da terra, os mataram, porque desceram para tomar os seus gados.

22       Por isso Efraim, seu pai, por muitos dias os chorou; e vieram seus irmãos para o consolar.

23       Depois coabitou com sua mulher, e ela concebeu, e teve um filho; e chamou-o Berias; porque ia mal na sua casa.

24       E sua filha foi Seerá, que edificou a Bete-Horom, a baixa e a alta, como também a Uzém-Seerá.

25       E foi seu filho Refa, e Resefe, de quem foi filho Tela, de quem foi filho Taã,

26       De quem foi filho Ladã, de quem foi filho Amiúde, de quem foi filho Elisama,

27       De quem foi filho Num, de quem foi filho Josué.

28       E foi a sua possessão e habitação Betel e os lugares da sua jurisdição; e ao oriente Naarã, e ao ocidente Gezer e os lugares da sua jurisdição, e Siquém e os lugares da sua jurisdição, até Gaza e os lugares da sua jurisdição;

29       E do lado dos filhos de Manassés, Bete-Seã e os lugares da sua jurisdição, Taanaque e os lugares da sua jurisdição, Megido e os lugares da sua jurisdição, Dor e os lugares da sua jurisdição; nestas habitaram os filhos de José, filho de Israel.

30       Os filhos de Aser foram: Imná, Isvá, Isvi, Berias, e Sera, irmã deles.

31       E os filhos de Berias: Heber e Malquiel; este foi o pai de Birzavite.

32       E Heber gerou a Jaflete, e a Somer, e a Hotão, e a Suá, irmã deles.

33       E foram os filhos de Jaflete: Pasaque, e Bimal e Asvate; estes foram os filhos de Jaflete.

34       E os filhos de Semer: Ai, Roga, Jeubá, e Arã.

35       E os filhos de seu irmão Helém: Zofa, e Imna, e Seles, e Amal.

36       Os filhos de Zofa: Suá, e Harnefer, e Sual, e Beri, e Inra,

37       Bezer, Hode, Samá, Silsa, Itrã, e Beera.

38       E os filhos de Jeter: Jefoné, Pispa e Ara.

39       E os filhos de Ula: Ará e Haniel e Rizia.

40       Todos estes foram filhos de Aser, chefes das casas paternas, homens escolhidos e valentes, chefes dos príncipes, e contados nas suas genealogias, no exército para a guerra; foi seu número de vinte e seis mil homens.

1 Crônicas 8

1         E BENJAMIM gerou a Belá, seu primogênito, a Asbel o segundo, e a Aará o terceiro,

2         A Noá o quarto, e a Rafa o quinto.

3         E Belá teve estes filhos: Adar, Gera, Abiúde,

4         Abisua, Naamã, Aoá,

5         Gera, Sefufá e Hurão.

6         E estes foram os filhos de Eúde; que foram chefes dos pais dos moradores de Geba, e os levaram cativos a Manaate;

7         E Naamã, e Aías e Gera; este os transportou, e gerou a Uzá e a Aiúde.

8         E Saaraim (depois de os enviar), na terra de Moabe, gerou filhos de Husim e Baara, suas mulheres.

9         E de Hodes, sua mulher, gerou a Jobabe, a Zibia, a Mesa, a Malcã,

10       A Jeuz, a Saquias e a Mirma; estes foram seus filhos, chefes dos pais.

11       E de Husim gerou a Abitude e a Elpaal.

12       E foram os filhos de Elpaal: Eber, Misã e Semede; este edificou a Ono e a Lode e os lugares da sua jurisdição.

13       E Berias e Sema foram cabeças dos pais dos moradores de Aijalom; estes afugentaram os moradores de Gate.

14       E Aiô, Sasaque, Jerimote,

15       Zebadias, Arade, Eder,

16       Micael, Ispa e Joa foram filhos de Berias.

17       Zebadias, Mesulão, Hizque, Heber,

18       Ismerai, Izlias e Jobabe, filhos de Elpaal.

19       Jaquim, Zicri, Zabdi,

20       Elienai, Ziletai, Eliel,

21       Adaías, Beraías e Sinrate, filhos de Simei.

22       E Ispã, Eber, Eliel,

23       Abdom, Zicri, Hanã,

24       Hananias, Elão, Antotias,

25       E Ifdéias, e Penuel, filhos de Sasaque;

26       E Sanserai, e Searias, e Atalias,

27       E Jaaresias, e Elias e Zicri, filhos de Jeroão.

28       Estes foram cabeças dos pais, segundo as suas gerações, chefes, e habitaram em Jerusalém.

29       E em Gibeão habitou o pai de Gibeão; e era o nome de sua mulher Maaca;

30       E seu filho primogênito, Ab-dom; depois Zur, e Quis, Baal, e Nadabe,

31       E Gedor, Aiô, e Zequer,

32       E Miclote gerou a Siméia; e também estes, defronte de seus irmãos, habitaram em Jerusalém com eles.

33       E Ner gerou a Quis, e Quis gerou a Saul; e Saul gerou a Jônatas, a Malquisua, a Abinadabe, e a Esbaal.

34       E filho de Jônatas foi Meribe-Baal; e Meribe-Baal gerou a Mica.

35       E os filhos de Mica foram: Pitom, Meleque, Tareá, e Acaz.

36       E Acaz gerou a Jeoada; e Jeoada gerou a Alemete, e a Azmavete, e a Zinri; e Zinri gerou a Moza,

37       E Moza gerou a Bineá, cujo filho foi Rafa, de quem foi filho Eleazá, cujo filho foi Azel.

38       E teve Azel seis filhos, e estes foram os seus nomes: Azricão, Bocru, Ismael, Searias, Obadias, e Hanã; todos estes foram filhos de Azel.

39       E os filhos de Ezeque, seu irmão: Ulão, seu primogênito, Jeús o segundo e Elifelete o terceiro.

40       E foram os filhos de Ulão homens heróis, valentes, e flecheiros destros; e tiveram muitos filhos, e filhos de filhos, cento e cinqüenta; todos estes foram dos filhos de Benjamim.


Atos 27.1-20 

1         E, COMO se determinou que havíamos de navegar para a Itália, entregaram Paulo, e alguns outros presos, a um centurião por nome Júlio, da coorte augusta.

2         E, embarcando nós em um navio adramitino, partimos navegando pelos lugares da costa da Ásia, estando conosco Aristarco, macedônio, de Tessalônica.

3         E chegamos no dia seguinte a Sidom, e Júlio, tratando Paulo humanamente, lhe permitiu ir ver os amigos, para que cuidassem dele.

4         E, partindo dali, fomos navegando abaixo de Chipre, porque os ventos eram contrários.

5         E, tendo atravessado o mar, ao longo da Cilícia e Panfília, chegamos a Mirra, na Lícia.

6         E, achando ali o centurião um navio de Alexandria, que navegava para a Itália, nos fez embarcar nele.

7         E, como por muitos dias navegássemos vagarosamente, havendo chegado apenas defronte de Cnido, não nos permitindo o vento ir mais adiante, navegamos abaixo de Creta, junto de Salmone.

8         E, consteando-a dificilmente, chegamos a um lugar chamando Bons Portos, perto do qual estava a cidade de Laséia.

9         E, passado muito tempo, e sendo já perigosa a navegação, pois, também o jejum já tinha passado, Paulo os admoestava,

10       Dizendo-lhes: Senhores, vejo que a navegação há de ser incômoda, e com muito dano, não só para o navio e carga, mas também para as nossas vidas.

11       Mas o centurião cria mais no piloto e no mestre, do que no que dizia Paulo.

12       E, como aquele porto não era cômodo para invernar, os mais deles foram de parecer que se partisse dali para ver se podiam chegar a Fenice, que é um porto de Creta que olha para o lado do vento da África e do Coro, e invernar ali.

13       E, soprando o sul brandamente, lhes pareceu terem já o que desejavam e, fazendo-se de vela, foram de muito perto costeando Creta.

14       Mas não muito depois deu nela um pé de vento, chamado Euro-aquilão.

15       E, sendo o navio arrebatado, e não podendo navegar contra o vento, dando de mão a tudo, nos deixamos ir à toa.

16       E, correndo abaixo de uma pequena ilha chamada Clauda, apenas pudemos ganhar o batel.

17       E, levado este para cima, usaram de todos os meios, cingindo o navio; e, temendo darem à costa na Sirte, amainadas as velas, assim foram à toa.

18       E, andando nós agitados por uma veemente tempestade, no dia seguinte aliviaram o navio.

19       E ao terceiro dia nós mesmos, com as nossas próprias mãos, lançamos ao mar a armação do navio.

20       E, não aparecendo, havia já muitos dias, nem sol nem estrelas, e caindo sobre nós uma não pequena tempestade, fugiu-nos toda a esperança de nos salvarmos.

Salmos 7

1         SENHOR meu Deus, em ti confio; salva-me de todos os que me perseguem, e livra-me;

2         Para que ele não arrebate a minha alma, como leão, despedaçando-a, sem que haja quem a livre.

3         Senhor meu Deus, se eu fiz isto, se há perversidade nas minhas mãos,

4         Se paguei com o mal àquele que tinha paz comigo (antes, livrei ao que me oprimia sem causa),

5         Persiga o inimigo a minha alma e alcance-a; calque aos pés a minha vida sobre a terra, e reduza a pó a minha glória. (Selá.)

6         Levanta-te, Senhor, na tua ira; exalta-te por causa do furor dos meus opressores; e desperta por mim para o juízo que ordenaste.

7         Assim te rodeará o ajuntamento de povos; por causa deles, pois, volta-te para as alturas.

8         O Senhor julgará os povos; julga-me, Senhor, conforme a minha justiça, e conforme a integridade que há em mim.

9         Tenha já fim a malícia dos ímpios; mas estabeleça-se o justo; pois tu, ó justo Deus, provas os corações e os rins.

10       O meu escudo é de Deus, que salva os retos de coração.

11       Deus é juiz justo, um Deus que se ira todos os dias.

12       Se o homem não se converter, Deus afiará a sua espada; já tem armado o seu arco, e está aparelhado.

13       E já para ele preparou armas mortais; e porá em ação as suas setas inflamadas contra os perseguidores.

14       Eis que ele está com dores de perversidade; concebeu trabalhos, e produziu mentiras.

15       Cavou um poço e o fez fundo, e caiu na cova que fez.

16       A sua obra cairá sobre a sua cabeça; e a sua violência descerá sobre a sua própria cabeça.

17       Eu louvarei ao Senhor segundo a sua justiça, e cantarei louvores ao nome do Senhor altíssimo.


Provérbios 18.22

22       Aquele que encontra uma esposa, acha o bem, e alcança a benevolência do Senhor.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário