Todo o dia é o dia de começar, continuar, recomeçar e se dar uma nova chance. Estar na presença de Deus é tudo na vida de uma pessoa e ler a sua Palavra Sagrada pode fazer a diferença entre vencer e perder. Faça a sua escolha e seja um VENCEDOR EM CRISTO JESUS. LEIA A BÍBLIA A PARTIR DE AGORA!

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Leitura Bíblica 280º dia



Jeremias 8.8-22

8         Como, pois, dizeis: Nós somos sábios, e a lei do Senhor está conosco? Eis que em vão tem trabalhado a falsa pena dos escribas.

9         Os sábios são envergonhados, espantados e presos; eis que rejeitaram a palavra do Senhor; que sabedoria, pois, têm eles?

10       Portanto darei suas mulheres a outros, e os seus campos a novos possuidores; porque desde o menor até ao maior, cada um deles se dá à avareza; desde o profeta até ao sacerdote, cada um deles usa de falsidade.

11       E curam a ferida da filha de meu povo levianamente, dizendo: Paz, paz; quando não há paz.

12       Porventura envergonham-se de cometerem abominação? Não; de maneira nenhuma se envergonham, nem sabem que coisa é envergonhar-se; portanto cairão entre os que caem e tropeçarão no tempo em que eu os visitar, diz o Senhor.

13       Certamente os apanharei, diz o Senhor; já não há uvas na vide, nem figos na figueira, e até a folha caiu; e o que lhes dei passará deles.

14       Por que nos assentamos ainda? Juntai-vos e entremos nas cidades fortificadas, e ali pereçamos; pois já o Senhor nosso Deus nos destinou a perecer e nos deu a beber água de fel; porquanto pecamos contra o Senhor.

15       Espera-se a paz, mas não há bem; o tempo da cura, e eis o terror.

16       Já desde Dã se ouve o resfolegar dos seus cavalos, toda a terra treme ao som dos rinchos dos seus fortes; e vêm, e devoram a terra, e sua abundância, a cidade e os que habitam nela.

17       Porque eis que envio entre vós serpentes e basiliscos, contra os quais não há encantamento, e vos morderão, diz o Senhor.

18       Oh! se eu pudesse consolar-me na minha tristeza! O meu coração desfalece em mim.

19       Eis a voz do clamor da filha do meu povo de terra mui remota; não está o Senhor em Sião? Não está nela o seu rei? Por que me provocaram à ira com as suas imagens de escultura, com vaidades estranhas?

20       Passou a sega, findou o verão, e nós não estamos salvos.

21       Estou quebrantado pela ferida da filha do meu povo; ando de luto; o espanto se apoderou de mim.

22       Porventura não há bálsamo em Gileade? Ou não há lá médico? Por que, pois, não se realizou a cura da filha do meu povo?

Jeremias 9

1         OH! se a minha cabeça se tornasse em águas, e os meus olhos numa fonte de lágrimas! Então choraria de dia e de noite os mortos da filha do meu povo.

2         Oh! se tivesse no deserto uma estalagem de caminhantes! Então deixaria o meu povo, e me apartaria dele, porque todos eles são adúlteros, um bando de aleivosos.

3         E encurvam a língua como se fosse o seu arco, para a mentira; fortalecem-se na terra, mas não para a verdade; porque avançam de malícia em malícia, e a mim não me conhecem, diz o Senhor.

4         Guardai-vos cada um do seu próximo, e de irmão nenhum vos fieis; porque todo o irmão não faz mais do que enganar, e todo o próximo anda caluniando.

5         E zombará cada um do seu próximo, e não falam a verdade; ensinam a sua língua a falar a mentira, andam-se cansando em proceder perversamente .

6         A tua habitação está no meio do engano; pelo engano recusam conhecer-me, diz o Senhor.

7         Portanto assim diz o Senhor dos Exércitos: Eis que eu os fundirei e os provarei; pois, de que outra maneira procederia com a filha do meu povo?

8         Uma flecha mortífera é a língua deles; fala engano; com a sua boca fala cada um de paz com o seu próximo mas no seu coração arma-lhe ciladas.

9         Porventura por estas coisas não os castigaria? diz o Senhor; ou não se vingaria a minha alma de nação tal como esta?

10       Pelos montes levantarei choro e pranto, e pelas pastagens do deserto lamentação; porque já estão queimadas, e ninguém passa por elas; nem se ouve mugido de gado; desde as aves dos céus, até os animais, andaram vagueando, e fugiram.

11       E farei de Jerusalém montões de pedras, morada de chacais, e das cidades de Judá farei assolação, de sorte que não haja habitante.

12       Quem é o homem sábio, que entenda isto? e a quem falou a boca do Senhor, para que o possa anunciar? Por que razão pereceu a terra, e se queimou como deserto, sem que ninguém passa por ela?

13       E disse o Senhor: Porque deixaram a minha lei, que pus perante eles, e não deram ouvidos à minha voz, nem andaram nela,

14       Antes andaram após o propósito do seu próprio coração, e após os baalins, como lhes ensinaram os seus pais.

15       Portanto assim diz o Senhor dos Exércitos, Deus de Israel: Eis que darei de comer losna a este povo, e lhe darei a beber água de fel.

16       E os espalharei entre gentios, que não conheceram, nem eles nem seus pais, e mandarei a espada após eles, até que venha a consumi-los.

17       Assim diz o Senhor dos Exércitos: Considerai, e chamai carpideiras que venham; e mandai procurar mulheres hábeis, para que venham.

18       E se apressem, e levantem o seu lamento sobre nós; e desfaçam-se em lágrimas os nossos olhos, e as nossas pálpebras destilem águas.

19       Porque uma voz de pranto se ouviu de Sião: Como estamos arruinados! Estamos mui envergonhados, porque deixamos a terra, e por terem eles lançado fora as nossas moradas.

20       Ouvi, pois, vós, mulheres, a palavra do Senhor, e os vossos ouvidos recebam a palavra da sua boca; e ensinai o pranto a vossas filhas, e cada uma à sua vizinha a lamentação;

21       Porque a morte subiu pelas nossas janelas, e entrou em nossos palácios, para exterminar as crianças das ruas e os jovens das praças.

22       Fala: Assim diz o Senhor: Até os cadáveres dos homens jazerão como esterco sobre a face do campo, e como gavela atrás do segador, e não há quem a recolha.

23       Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas,

24       Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me entender e me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço beneficência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor.

25       Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que castigarei a todo o circuncidado com o incircunciso.

26       Ao Egito, e a Judá, e a Edom, e aos filhos de Amom, e a Moabe, e a todos os que cortam os cantos do seu cabelo, que habitam no deserto; porque todas as nações são incircuncisas, e toda a casa de Israel é incircuncisa de coração.

Colossenses 3.1-17

1         PORTANTO, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.

2         Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;

3         Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.

4         Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.

5         Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, o afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria;

6         Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência;

7         Nas quais, também, em outro tempo andastes, quando vivíeis nelas.

8         Mas agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca.

9         Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos,

10       E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou;

11       Onde não há grego, nem judeu, circuncisão, nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre; mas Cristo é tudo em todos.

12       Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade;

13       Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.

14       E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição.

15       E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos.

16       A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração.

17       E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.

Salmos 78.32-55

32       Com tudo isto ainda pecaram, e não deram crédito às suas maravilhas.

33       Por isso consumiu os seus dias na vaidade e os seus anos na angústia.

34       Quando os matava, então o procuravam; e voltavam, e de madrugada buscavam a Deus.

35       E se lembravam de que Deus era a sua rocha, e o Deus Altíssimo o seu Redentor.

36       Todavia lisonjeavam-no com a boca, e com a língua lhe mentiam.

37       Porque o seu coração não era reto para com ele, nem foram fiéis na sua aliança.

38       Ele, porém, que é misericordioso, perdoou a sua iniqüidade; e não os destruiu, antes muitas vezes desviou deles o seu furor, e não despertou toda a sua ira.

39       Porque se lembrou de que eram de carne, vento que passa e não volta.

40       Quantas vezes o provocaram no deserto, e o entristeceram na solidão!

41       Voltaram atrás, e tentaram a Deus, e limitaram o Santo de Israel.

42       Não se lembraram da sua mão, nem do dia em que os livrou do adversário;

43       Como operou os seus sinais no Egito, e as suas maravilhas no campo de Zoã;

44       E converteu os seus rios em sangue, e as suas correntes, para que não pudessem beber.

45       Enviou entre eles enxames de moscas que os consumiram, e rãs que os destruíram.

46       Deu também ao pulgão a sua novidade, e o seu trabalho aos gafanhotos.

47       Destruiu as suas vinhas com saraiva, e os seus sicômoros com pedrisco.

48       Também entregou o seu gado à saraiva, e os seus rebanhos aos coriscos.

49       Lançou sobre eles o ardor da sua ira, furor, indignação, e angústia, mandando maus anjos contra eles.

50       Preparou caminho à sua ira; não poupou as suas almas da morte, mas entregou à pestilência as suas vidas.

51       E feriu a todo primogênito no Egito, primícias da sua força nas tendas de Cão.

52       Mas fez com que o seu povo saísse como ovelhas, e os guiou pelo deserto como um rebanho.

53       E os guiou com segurança, que não temeram; mas o mar cobriu os seus inimigos.

54       E os trouxe até ao termo do seu santuário, até este monte que a sua destra adquiriu.

55       E expulsou os gentios de diante deles, e lhes dividiu uma herança por linha, e fez habitar em suas tendas as tribos de Israel.

Provérbios 24.27

27       Prepara de fora a tua obra, e aparelha-a no campo, e então edifica a tua casa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário