Todo o dia é o dia de começar, continuar, recomeçar e se dar uma nova chance. Estar na presença de Deus é tudo na vida de uma pessoa e ler a sua Palavra Sagrada pode fazer a diferença entre vencer e perder. Faça a sua escolha e seja um VENCEDOR EM CRISTO JESUS. LEIA A BÍBLIA A PARTIR DE AGORA!

sábado, 25 de outubro de 2014

Leitura Bíblica 297º dia



 Jeremias 44.24-30

24       Disse mais Jeremias a todo o povo e a todas as mulheres: Ouvi a palavra do Senhor, vós, todo o Judá, que estais na terra do Egito.

25       Assim fala o Senhor dos Exércitos, Deus de Israel, dizendo: Vós e vossas mulheres não somente falastes por vossa boca, senão também o cumpristes por vossas mãos, dizendo: Certamente cumpriremos os nossos votos que fizemos de queimar incenso à rainha dos céus e de lhe oferecer libações; confirmai, pois, os vossos votos, e perfeitamente cumpri-os.

26       Portanto ouvi a palavra do Senhor, todo o Judá, que habitais na terra do Egito: Eis que eu juro pelo meu grande nome, diz o Senhor, que nunca mais será pronunciado o meu nome pela boca de nenhum homem de Judá em toda a terra do Egito dizendo: Vive o Senhor Deus!

27       Eis que velarei sobre eles para mal, e não para bem; e serão consumidos todos os homens de Judá, que estão na terra do Egito, pela espada e pela fome, até que de todo se acabem.

28       E os que escaparem da espada voltarão da terra do Egito à terra de Judá, poucos em número; e todo o restante de Judá, que entrou na terra do Egito, para habitar ali, saberá se subsistirá a minha palavra ou a sua.

29       E isto vos servirá de sinal, diz o Senhor, que eu vos castigarei neste lugar, para que saibais que certamente subsistirão as minhas palavras contra vós para mal.

30       Assim diz o Senhor: Eis que eu darei Faraó-Hofra, rei do Egito, na mão de seus inimigos, e na mão dos que procuram a sua morte; como entreguei Zedequias, rei de Judá, na mão de Nabucodonosor, rei de Babilônia, seu inimigo, e que procurava a sua morte.
Jeremias 45

1         A PALAVRA que Jeremias, o profeta, falou a Baruque, filho de Nerias, quando este escrevia, num livro, estas palavras, da boca de Jeremias, no ano quarto de Jeoiaquim, filho de Josias, rei de Judá, dizendo:

2         Assim diz o Senhor, Deus de Israel, acerca de ti, ó Baruque:

3         Disseste: Ai de mim agora, porque me acrescentou o Senhor tristeza sobre minha dor! Estou cansado do meu gemido, e não acho descanso.

4         Assim lhe dirás: Isto diz o Senhor: Eis que o que edifiquei eu derrubo, e o que plantei eu arranco, e isso em toda esta terra.

5         E procuras tu grandezas para ti mesmo? Não as procures; porque eis que trarei mal sobre toda a carne, diz o Senhor; porém te darei a tua alma por desejo, em todos os lugares para onde fores.
Jeremias 46

1         A PALAVRA do Senhor, que veio a Jeremias, o profeta, contra os gentios,

2         Acerca do Egito, contra o exército de Faraó-Neco, rei do Egito, que estava junto ao rio Eufrates em Carquemis, ao qual feriu Nabucodonosor, rei de Babilônia, no ano quarto de Jeoiaquim, filho de Josias, rei de Judá.

3         Preparai o escudo e o pavês, e chegai-vos para a peleja.

4         Selai os cavalos e montai, cavaleiros, e apresentai-vos com elmos; limpai as lanças, vesti-vos de couraças.

5         Por que razão vejo os medrosos voltando as costas? Os seus valentes estão abatidos, e vão fugindo, sem olharem para trás; terror há ao redor, diz o Senhor.

6         Não fuja o ligeiro, e não escape o valente; para o lado norte, junto à borda do rio Eufrates tropeçaram e caíram.

7         Quem é este que vem subindo como o Nilo, cujas águas se movem como os rios?

8         O Egito vem subindo como o Nilo, e como rios cujas águas se movem; e disse: Subirei, cobrirei a terra, destruirei a cidade, e os que nela habitam.

9         Subi, ó cavalos, e estrondeai, ó carros, e saiam os valentes; os etíopes, e os do Líbano, que manejam o escudo, e os lídios, que manejam e entesam o arco.

10       Porque este dia é o dia do Senhor Deus dos Exércitos, dia de vingança para ele se vingar dos seus adversários; e a espada devorará, e fartar-se-á, e embriagar-se-á com o sangue deles; porque o Senhor Deus dos Exércitos tem um sacrifício na terra do norte, junto ao rio Eufrates.

11       Sobe a Gileade, e toma bálsamo, ó virgem filha do Egito; debalde multiplicas remédios, pois já não há cura para ti.

12       As nações ouviram a tua vergonha, e a terra está cheia do teu clamor; porque o valente tropeçou com o valente e ambos caíram juntos.

13       A palavra que falou o Senhor a Jeremias, o profeta, acerca da vinda de Nabucodonosor, rei de Babilônia, para ferir a terra do Egito.

14       Anunciai no Egito, e fazei ouvir isto em Migdol; fazei também ouvi-lo em Nofe, e em Tafnes, dizei: Apresenta-te, e prepara-te; porque a espada já devorou o que está ao redor de ti.

15       Por que foram derrubados os teus valentes? Não puderam manter-se firmes, porque o Senhor os abateu.

16       Multiplicou os que tropeçavam; também caíram uns sobre os outros, e disseram: Levanta-te, e voltemos ao nosso povo, e à terra do nosso nascimento, por causa da espada que oprime.

17       Clamaram ali: Faraó rei do Egito é apenas um barulho; deixou passar o tempo assinalado.

18       Vivo eu, diz o rei, cujo nome é o Senhor dos Exércitos, que certamente como o Tabor entre os montes, e como o Carmelo junto ao mar, certamente assim ele virá.

19       Prepara os utensílios para ires ao cativeiro, ó moradora, filha do Egito; porque Nofe será tornada em desolação, e será incendiada, até que ninguém mais aí more.

20       Bezerra mui formosa é o Egito; mas já vem a destruição, vem do norte.

21       Até os seus mercenários no meio dela são como bezerros cevados; mas também eles viraram as costas, fugiram juntos; não ficaram firmes; porque veio sobre eles o dia da sua ruína e o tempo do seu castigo.

22       A sua voz irá como a da serpente; porque marcharão com um exército, e virão contra ela com machados, como cortadores de lenha.

23       Cortarão o seu bosque, diz o Senhor, embora seja impenetrável; porque se multiplicaram mais do que os gafanhotos; são inumeráveis.

24       A filha do Egito será envergonhada; será entregue na mão do povo do norte.

25       Diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Eis que eu castigarei a Amom de Nô, e a Faraó, e ao Egito, e aos seus deuses, e aos seus reis; ao próprio Faraó, e aos que nele confiam.

26       E os entregarei na mão dos que procuram a sua morte, na mão de Nabucodonosor, rei de Babilônia, e na mão dos seus servos; mas depois será habitada, como nos dias antigos, diz o Senhor.

27       Mas não temas tu, servo meu, Jacó, nem te espantes, ó Israel; porque eis que te livrarei mesmo de longe, como também a tua descendência da terra do seu cativeiro; e Jacó voltará, e descansará, e sossegará, e não haverá quem o atemorize.

28       Tu não temas, servo meu, Jacó, diz o Senhor, porque estou contigo; porque porei termo a todas as nações entre as quais te lancei; mas a ti não darei fim, mas castigar-te-ei com justiça, e não te darei de todo por inocente.
Jeremias 47


1         A PALAVRA do Senhor, que veio a Jeremias, o profeta, contra os filisteus, antes que Faraó ferisse a Gaza.

2         Assim diz o Senhor: Eis que se levantam as águas do norte, e tornar-se-ão em torrente transbordante, e alagarão a terra e sua plenitude, a cidade, e os que nela habitam; e os homens clamarão, e todos os moradores da terra se lamentarão;

3         Ao ruído estrepitoso dos cascos dos seus fortes cavalos, ao barulho de seus carros, ao estrondo das suas rodas; os pais não atendem aos filhos, por causa da fraqueza das mãos;

4         Por causa do dia que vem, para destruir a todos os filisteus, para cortar de Tiro e de Sidom todo o restante que os socorra; porque o Senhor destruirá os filisteus, o remanescente da ilha de Caftor.

5         A calvície veio sobre Gaza, foi desarraigada Ascalom, com o restante do seu vale; até quando te retalharás?

6         Ah; espada do Senhor! Até quando deixarás de repousar? Volta para a tua bainha, descansa, e aquieta-te.

7         Mas como te aquietarás? Pois o Senhor deu ordem à espada contra Ascalom, e contra a praia do mar, para onde ele a enviou.

2 Timóteo 2.22-26 

22       Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.

23       E rejeita as questões loucas, e sem instrução, sabendo que produzem contendas.

24       E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor;

25       Instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade,

26       E tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos.

2 Timóteo 3

1         SABE, porém, isto : que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.

2         Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,

3         Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,

4         Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,

5         Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

6         Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências;

7         Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.

8         E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé.

9         Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles.

10       Tu, porém, tens seguido a minha doutrina, modo de viver, intenção, fé, longanimidade, amor, paciência,

11       Perseguições e aflições tais quais me aconteceram em Antioquia, em Icônio, e em Listra; quantas perseguições sofri, e o Senhor de todas me livrou;

12       E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições.

13       Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados.

14       Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido,

15       E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.

16       Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;

17       Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.

Salmos 94

1         Ó SENHOR Deus, a quem a vingança pertence, ó Deus, a quem a vingança pertence, mostra-te resplandecente.

2         Exalta-te, tu, que és juiz da terra; dá a paga aos soberbos.

3         Até quando os ímpios, Senhor, até quando os ímpios saltarão de prazer?

4         Até quando proferirão, e falarão coisas duras, e se gloriarão todos os que praticam a iniqüidade?

5         Reduzem a pedaços o teu povo, ó Senhor, e afligem a tua herança.

6         Matam a viúva e o estrangeiro, e ao órfão tiram a vida.

7         Contudo dizem: O Senhor não o verá; nem para isso atenderá o Deus de Jacó.

8         Atendei, ó brutais dentre o povo; e vós, loucos, quando sereis sábios?

9         Aquele que fez o ouvido não ouvirá? E o que formou o olho, não verá?

10       Aquele que argüi os gentios não castigará? E o que ensina ao homem o conhecimento, não saberá?

11       O Senhor conhece os pensamentos do homem, que são vaidade.

12       Bem-aventurado é o homem a quem tu castigas, ó Senhor, e a quem ensinas a tua lei;

13       Para lhe dares descanso dos dias maus, até que se abra a cova para o ímpio.

14       Pois o Senhor não rejeitará o seu povo, nem desamparará a sua herança.

15       Mas o juízo voltará à retidão, e segui-lo-ão todos os retos de coração.

16       Quem será por mim contra os malfeitores? Quem se porá por mim contra os que praticam a iniqüidade?

17       Se o Senhor não tivera ido em meu auxílio, a minha alma quase que teria ficado no silêncio.

18       Quando eu disse: O meu pé vacila; a tua benignidade, Senhor, me susteve.

19       Na multidão dos meus pensamentos dentro de mim, as tuas consolações recrearam a minha alma.

20       Porventura o trono de iniqüidade te acompanha, o qual forja o mal por uma lei?

21       Eles se ajuntam contra a alma do justo, e condenam o sangue inocente.

22       Mas o Senhor é a minha defesa; e o meu Deus é a rocha do meu refúgio.

23       E trará sobre eles a sua própria iniqüidade; e os destruirá na sua própria malícia; o Senhor nosso Deus os destruirá.
Provérbios 26.6-8

6         Os pés corta, e o dano sorve, aquele que manda mensagem pela mão dum tolo.

7         Como as pernas do coxo, que pendem flácidas, assim é o provérbio na boca dos tolos.

8         Como o que arma a funda com pedra preciosa, assim é aquele que concede honra ao tolo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário