Todo o dia é o dia de começar, continuar, recomeçar e se dar uma nova chance. Estar na presença de Deus é tudo na vida de uma pessoa e ler a sua Palavra Sagrada pode fazer a diferença entre vencer e perder. Faça a sua escolha e seja um VENCEDOR EM CRISTO JESUS. LEIA A BÍBLIA A PARTIR DE AGORA!

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Leitura Bíblica 308º dia



Ezequiel 10
1         DEPOIS olhei, e eis que no firmamento, que estava por cima da cabeça dos querubins, apareceu sobre eles uma como pedra de safira, semelhante a forma de um trono.

2         E falou ao homem vestido de linho, dizendo: Vai por entre as rodas, até debaixo do querubim, e enche as tuas mãos de brasas acesas dentre os querubins e espalha-as sobre a cidade. E ele entrou à minha vista.

3         E os querubins estavam ao lado direito da casa, quando entrou aquele homem; e uma nuvem encheu o átrio interior.

4         Então se levantou a glória do Senhor de sobre o querubim indo para a entrada da casa; e encheu-se a casa de uma nuvem, e o átrio se encheu do resplendor da glória do Senhor.

5         E o ruído das asas dos querubins se ouviu até ao átrio exterior, como a voz do Deus Todo-Poderoso, quando fala.

6         Sucedeu, pois, que, dando ele ordem ao homem vestido de linho, dizendo: Toma fogo dentre as rodas, dentre os querubins, entrou ele, e parou junto às rodas.

7         Então estendeu um querubim a sua mão dentre os querubins para o fogo que estava entre os querubins; e tomou dele, e o pôs nas mãos do que estava vestido de linho; o qual o tomou, e saiu.

8         E apareceu nos querubins uma semelhança de mão de homem debaixo das suas asas.

9         Então olhei, e eis quatro rodas junto aos querubins, uma roda junto a um querubim, e outra roda junto a outro querubim; e o aspecto das rodas era como a cor da pedra de berilo.

10       E, quanto ao seu aspecto, as quatro tinham uma mesma semelhança; como se estivesse uma roda no meio de outra roda.

11       Andando estes, andavam para os quatro lados deles; não se viravam quando andavam, mas para o lugar para onde olhava a cabeça, para esse seguiam; não se viravam quando andavam.

12       E todo o seu corpo, as suas costas, as suas mãos, as suas asas e as rodas, as rodas que os quatro tinham, estavam cheias de olhos ao redor.

13       E, quanto às rodas, ouvindo eu, se lhes gritava: Roda!

14       E cada um tinha quatro rostos; o rosto do primeiro era rosto de querubim, e o rosto do segundo, rosto de homem, e do terceiro era rosto de leão, e do quarto, rosto de águia.

15       E os querubins se elevaram ao alto; estes são os mesmos seres viventes que vi junto ao rio Quebar.

16       E, andando os querubins, andavam as rodas juntamente com eles; e, levantando os querubins as suas asas, para se elevarem de sobre a terra, também as rodas não se separavam deles.

17       Parando eles, paravam elas; e, elevando-se eles elevavam-se elas, porque o espírito do ser vivente estava nelas.

18       Então saiu a glória do Senhor de sobre a entrada da casa, e parou sobre os querubins.

19       E os querubins alçaram as suas asas, e se elevaram da terra aos meus olhos, quando saíram; e as rodas os acompanhavam; e cada um parou à entrada da porta oriental da casa do Senhor; e a glória do Deus de Israel estava em cima, sobre eles.

20       Estes são os seres viventes que vi debaixo do Deus de Israel, junto ao rio Quebar, e conheci que eram querubins.

21       Cada um tinha quatro rostos e cada um quatro asas, e a semelhança de mãos de homem debaixo das suas asas.

22       E a semelhança dos seus rostos era a dos rostos que eu tinha visto junto ao rio Quebar, o aspecto deles, e eles mesmos; cada um andava para diante do seu rosto.
Ezequiel 11

1         ENTÃO me levantou o Espírito, e me levou à porta oriental da casa do Senhor, a qual olha para o oriente; e eis que estavam à entrada da porta vinte e cinco homens; e no meio deles vi a Jaazanias, filho de Azur, e a Pelatias, filho de Benaia, príncipes do povo.

2         E disse-me: Filho do homem, estes são os homens que maquinam perversidade, e dão mau conselho nesta cidade.

3         Os quais dizem: Não está próximo o tempo de edificar casas; esta cidade é o caldeirão, e nós a carne.

4         Portanto, profetiza contra eles; profetiza, ó filho do homem.

5         Caiu, pois, sobre mim o Espírito do Senhor, e disse-me: Fala: Assim diz o Senhor: Assim haveis falado, ó casa de Israel, porque, quanto às coisas que vos sobem ao espírito, eu as conheço.

6         Multiplicastes os vossos mortos nesta cidade, e enchestes as suas ruas de mortos.

7         Portanto, assim diz o Senhor Deus: Vossos mortos, que deitastes no meio dela, esses são a carne e ela é o caldeirão; a vós, porém, vos tirarei do meio dela.

8         Temestes a espada, e a espada trarei sobre vós, diz o Senhor Deus.

9         E vos farei sair do meio dela, e vos entregarei na mão de estrangeiros, e exercerei os meus juízos entre vós.

10       Caireis à espada, e nos confins de Israel vos julgarei; e sabereis que eu sou o Senhor.

11       Esta cidade não vos servirá de caldeirão, nem vós servireis de carne no meio dela; nos confins de Israel vos julgarei.

12       E sabereis que eu sou o Senhor, porque não andastes nos meus estatutos, nem cumpristes os meus juízos; antes fizestes conforme os juízos dos gentios que estão ao redor de vós.

13       E aconteceu que, profetizando eu, morreu Pelatias, filho de Benaia; então caí sobre o meu rosto, e clamei com grande voz, e disse: Ah! Senhor Deus! Porventura darás tu fim ao remanescente de Israel?

14       Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo:

15       Filho do homem, teus irmãos, sim, teus irmãos, os homens de teu parentesco, e toda a casa de Israel, todos eles são aqueles a quem os habitantes de Jerusalém disseram: Apartai-vos para longe do Senhor; esta terra nos foi dada em possessão.

16       Portanto, dize: Assim diz o Senhor Deus: Ainda que os lancei para longe entre os gentios, e ainda que os espalhei pelas terras, todavia lhes serei como um pequeno santuário, nas terras para onde forem.

17       Portanto, dize: Assim diz o Senhor Deus: Hei de ajuntar-vos do meio dos povos, e vos recolherei das terras para onde fostes lançados, e vos darei a terra de Israel.

18       E virão ali, e tirarão dela todas as suas coisas detestáveis e todas as suas abominações.

19       E lhes darei um só coração, e um espírito novo porei dentro deles; e tirarei da sua carne o coração de pedra, e lhes darei um coração de carne;

20       Para que andem nos meus estatutos, e guardem os meus juízos, e os cumpram; e eles me serão por povo, e eu lhes serei por Deus.

21       Mas, quanto àqueles cujo coração andar conforme o coração das suas coisas detestáveis, e as suas abominações, farei recair nas suas cabeças o seu caminho, diz o Senhor Deus.

22       Então os querubins elevaram as suas asas, e as rodas os acompanhavam; e a glória do Deus de Israel estava em cima sobre eles.

23       E a glória do Senhor se alçou desde o meio da cidade; e se pôs sobre o monte que está ao oriente da cidade.

24       Depois o Espírito me levantou, e me levou à Caldéia, para os do cativeiro, em visão, pelo Espírito de Deus; e subiu de sobre mim a visão que eu tinha tido.

25       E falei aos do cativeiro todas as coisas que o Senhor me havia mostrado.
Hebreus 6
1         POR isso, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à perfeição, não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus,

2         E da doutrina dos batismos, e da imposição das mãos, e da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno.

3         E isto faremos, se Deus o permitir.

4         Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo,

5         E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro,

6         E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério.

7         Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção de Deus;

8         Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.

9         Mas de vós, ó amados, esperamos coisas melhores, e coisas que acompanham a salvação, ainda que assim falamos.

10       Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis.

11       Mas desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até ao fim, para completa certeza da esperança;

12       Para que vos não façais negligentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas.

13       Porque, quando Deus fez a promessa a Abraão, como não tinha outro maior por quem jurasse, jurou por si mesmo,

14       Dizendo: Certamente, abençoando te abençoarei, e multiplicando te multiplicarei.

15       E assim, esperando com paciência, alcançou a promessa.

16       Porque os homens certamente juram por alguém superior a eles, e o juramento para confirmação é, para eles, o fim de toda a contenda.

17       Por isso, querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade do seu conselho aos herdeiros da promessa, se interpôs com juramento;

18       Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta;

19       A qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até ao interior do véu,

20       Onde Jesus, nosso precursor, entrou por nós, feito eternamente sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.
Salmos 105.16-36
16       Chamou a fome sobre a terra, quebrantou todo o sustento do pão.

17       Mandou perante eles um homem, José, que foi vendido por escravo;

18       Cujos pés apertaram com grilhões; foi posto em ferros;

19       Até ao tempo em que chegou a sua palavra; a palavra do Senhor o provou.

20       Mandou o rei, e o fez soltar; o governador dos povos, e o soltou.

21       Fê-lo senhor da sua casa, e governador de toda a sua fazenda;

22       Para sujeitar os seus príncipes a seu gosto, e instruir os seus anciãos.

23       Então Israel entrou no Egito, e Jacó peregrinou na terra de Cão.

24       E aumentou o seu povo em grande maneira, e o fez mais poderoso do que os seus inimigos.

25       Virou o coração deles para que odiassem o seu povo, para que tratassem astutamente aos seus servos.

26       Enviou Moisés, seu servo, e Arão, a quem escolhera.

27       Mostraram entre eles os seus sinais e prodígios, na terra de Cão.

28       Mandou trevas, e a fez escurecer; e não foram rebeldes à sua palavra.

29       Converteu as suas águas em sangue, e matou os seus peixes.

30       A sua terra produziu rãs em abundância, até nas câmaras dos seus reis.

31       Falou ele, e vieram enxames de moscas e piolhos em todo o seu termo.

32       Converteu as suas chuvas em saraiva, e fogo abrasador na sua terra.

33       Feriu as suas vinhas e os seus figueirais, e quebrou as árvores dos seus termos.

34       Falou ele e vieram gafanhotos e pulgão sem número.

35       E comeram toda a erva da sua terra, e devoraram o fruto dos seus campos.

36       Feriu também a todos os primogênitos da sua terra, as primícias de todas as suas forças.
Provérbios 27.1-2
1         NÃO presumas do dia de amanhã, porque não sabes o que ele trará.

2         Que um outro te louve, e não a tua própria boca; o estranho, e não os teus lábios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário